Matéria dedicada a explicar e comentar o diálogo atual entre a Teologia e a Ciência, concluindo que o modo como estas atividades do pensamento relacionam-se atualmente é indesejável. Em muitas passagens, os autores apontam não apenas as falhas deste relacionamento, mas também os equívocos cometidos pelos teólogos na composição do pensamento teológico contemporâneo. A fala contida neste Manual constitui-se em um exercício crítico, reflexivo, que de tão intenso leva o estudante ao aprimoramento de sua argumentação apologética. Isto pode ser notado pela maneira como os capítulos são estruturados e os assuntos são divididos entre as unidades.

Matéria dedicada a explicar e comentar o diálogo atual entre a Teologia e a Ciência, concluindo que o modo como estas atividades do pensamento relacionam-se atualmente é indesejável. Em muitas passagens, os autores apontam não apenas as falhas deste relacionamento, mas também os equívocos cometidos pelos teólogos na composição do pensamento teológico contemporâneo. A fala contida neste Manual constitui-se em um exercício crítico, reflexivo, que de tão intenso leva o estudante ao aprimoramento de sua argumentação apologética. Isto pode ser notado pela maneira como os capítulos são estruturados e os assuntos são divididos entre as unidades.

Matéria dedicada a explicar e comentar o diálogo atual entre a Teologia e a Ciência, concluindo que o modo como estas atividades do pensamento relacionam-se atualmente é indesejável. Em muitas passagens, os autores apontam não apenas as falhas deste relacionamento, mas também os equívocos cometidos pelos teólogos na composição do pensamento teológico contemporâneo. A fala contida neste Manual constitui-se em um exercício crítico, reflexivo, que de tão intenso leva o estudante ao aprimoramento de sua argumentação apologética. Isto pode ser notado pela maneira como os capítulos são estruturados e os assuntos são divididos entre as unidades.

Matéria dedicada a explicar e comentar o diálogo atual entre a Teologia e a Ciência, concluindo que o modo como estas atividades do pensamento relacionam-se atualmente é indesejável. Em muitas passagens, os autores apontam não apenas as falhas deste relacionamento, mas também os equívocos cometidos pelos teólogos na composição do pensamento teológico contemporâneo. A fala contida neste Manual constitui-se em um exercício crítico, reflexivo, que de tão intenso leva o estudante ao aprimoramento de sua argumentação apologética. Isto pode ser notado pela maneira como os capítulos são estruturados e os assuntos são divididos entre as unidades.